Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 10 de outubro de 2010

Na próxima quinta feira dia 14/10 o grupo Entretantas estará no Brasiliano Bar em Londrina - Rua Espírito Santo, 655 Centro - a partir das 21 horas.
Vá conferir.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

O Poeta da Vila era um boêmio e qualquer fato cotidiano era motivo para ele fazer um samba.
Noel Rosa conta que saia muito à noite e chegava em casa bem tarde.
Dona Marta, sua mãe começou a alertá-lo porque ele dormia pouco, fazia extravagâncias e ia acabar ficando doente. Ele começou a ter olheiras profundas e ficou de fato doente, e aí a coisa ficou feia, porque num determinado fim de semana ele combinou com os amigos de passarem em sua casa para levá-lo a uma festa, mas a sua mãe escondeu todas as suas roupas! Quando os amigos o chamaram, ele da janela de sua casa respondeu: Com que roupa eu vou? Pois é, Noel perdeu a festa, mas não perdeu a oportunidade de fazer um samba. As curiosidades não param por aí, porque quando ficou pronto o samba ele procurou um amigo Homero Dornelas para escrever a melodia e então seu amigo pediu para que ele cantasse o samba como havia pensado, mas o engraçado é que ele cantou o samba assim: Agora vou mudar minha conduta... Aí seu amigo falou, mas isto não é samba, é o Hino Nacional! Felizmente, Homero Dornelas alterou algumas notas e Com que roupa ficou pronto e tornou-se um dos maiores sucessos de Noel.

Com Que Roupa (Noel e Homero Dornelas)
Agora eu vou mudar minha conduta
Eu vou à luta, pois eu quero me aprumar
Vou tratar você com força bruta
Pra poder me reabilitar
Pois essa vida não está sopa, e eu me pergunto com que roupa?
Com que roupa eu vou?
Pro samba que você me convidou.

Agora eu não ando mais fardeiro
Pois o dinheiro não é fácil de ganhar
Mesmo eu sendo um cabra trapaceiro
Não consigo ter, nem pra gastar
Eu já corri de vento em popa
Com que roupa eu vou?
Pro samba que você me convidou. (Com que roupa?)

Seu português agora foi-se embora
Já deu um fora, levou seu capital
Esqueceu quem tanto amava outrora
Foi o Adamastor pra Portugal
Pra se casar com uma cachopa, e agora, com que roupa?
Com que roupa eu vou?
Pro samba que você me convidou.

Eu hoje estou pulando feito um sapo
Pra ver se escapo dessa praga de urubu
Já estou coberto de farrapos,
Eu vou acabar ficando nu
Meu paletó virou estopa, e eu nem sei mas com que roupa?
Com que roupa eu vou?
Pro samba que você me convidou.